Entrevista


Entrevista com Pablo Tipster

Otavio Rotunno, mais conhecido como Pablo Tipster, é uma das maiores referências em trader esportivo no Brasil atualmente.

Entrevista com Pablo Tipster

Otavio Rotunno, mais conhecido como Pablo Tipster, é uma das maiores referências em trader esportivo no Brasil atualmente.

Gaúcho, natural de Porto Alegre, com 29 anos, sendo 5 anos com experiência no mercado, quase 27 mil seguidores no Instagram e diversas unidades feitas em investimentos esportivos, Pablo hoje oferece maneiras de transferir o seu conhecimento e experiência a quem também quer viver deste mercado.

Vamos conhecer mais sobre a sua história, seus métodos e as vantagens de acompanhá-lo?

Pablo, primeiramente, a equipe do BetInfo gostaria de agradecer você por aceitar ser nosso 1° entrevistado!

Opa! Eu quem agradeço o privilégio de ser o 1º entrevistado nesse trabalho muito sério e de qualidade no mundo dos investimentos esportivos!

Conta pra gente: como era o Otavio antes de entrar para o investimento esportivo? E porque decidiu entrar para este mercado?

O Otavio sempre foi um cara muito pra frente e batalhador. Sempre gostei de enfrentar as adversidades da vida e encontrar algum jeito de conseguir vencer. Decidi entrar nesse mercado com o intuito de ter uma renda extra. O salário que recebia do Inter já não estava mais dando conta de sustentar minha família do jeito que idealizava.

Reprodução: Instagram

No início, dava para viver deste mercado? Quanto tempo demorou até você largar o seu emprego e começar a viver só disso?

Cara, falando do início, início não. Porque você quer uma renda extra, mas não está disposto a colocar um dinheiro tão alto “em risco”, então você aposta valores baixos e consequentemente ganha valores menores. Eu saí do meu emprego só quando estava bem estabilizado com a minha empresa e conhecendo o mercado dos investimentos esportivos profundamente.

Durante a pandemia, os esportes do mundo todo pararam. Como você conseguiu driblar toda essa crise?

Nesse período pré-pandemia eu já apostava, mas na pandemia com mais tempo disponível para projetos pessoais, eu entrei de cabeça. E sim, o mercado do futebol estava bem morto no início, mas tinha o FIFA. E modéstia parte, eu sou quase um Pro-Player de FIFA (jogador profissional) então eu consegui fazer um dinheirinho com essa modalidade.

Depois o Campeonato Inglês retornou com uma nova regra, onde possibilitava mais substituições e com isso, ganhei bastante no ‘under remates’ nos jogadores que estavam sendo substituídos.

Agora que falamos da crise, vamos falar do contrário: qual foi o seu maior ganho nos investimentos esportivos?

Olha, tiveram alguns bem alto. Mas acho que fico com um do Independente do Amapá, resultado correto que nosso Scout de lá tinha nos passado que o jogo já tinha ocorrido e na casa de apostas estavam todos os mercados abertos. Apostei uma grana alta no resultado correto Odd 10.00 em diversas contas e a casa pagou cheio!

Você já foi jogador profissional de futebol. Conta pra gente como foi essa experiência e porque parou?

Sim, já fui. Comecei cedo no futsal a partir dos meus 6 anos. Com 10 entrei na base do Inter e fiquei lá até aos 19. Essa foi a minha melhor faculdade e nesse tempo joguei junto e fui treinado por profissionais de alto nível como Alisson (Liverpool), Fred (Manchester United), Sasha (Galo), Jandrei (São Paulo), André Jardine (Campeão olímpico) e muitos outros.

Depois rumei para o Sport Recife, e joguei em clubes do interior gaúcho como o Cerâmica e Canoas. Encerrei minha carreira como jogador de futebol atuando na 4ª divisão do futebol alemão, pelo Wolfratshausen, time que ficava perto de Munique.

Decidi parar de jogar por ‘N’ motivos, mas os principais foram: as seguidas lesões (musculares e tornozelo); baixa remuneração (jogar no interior gaúcho não te pagam bem); e futuro pouco promissor (infelizmente jogar no futebol gaúcho e até na 4ª divisão alemã, não me dava boas perspectivas futuras).


Foto: ogol.com.br

De onde surgiu o codinome “Pablo”?

Precisava de um nome fictício para o grupo, pois não queria me revelar por trabalhar em um clube de futebol. Em conversa com a minha mulher, Bianca, decidimos optar pelo Pablito!


Reprodução: Twitter

Agora já estabelecido no mercado, porque decidiu ajudar as outras pessoas também?

Teu coração nunca fica preenchido 100% se você ganhar sozinho. Prefiro dividir pra somar. No longo prazo é melhor pro teu coração e até pro teu bolso.

Quais são as opções que o investidor pode encontrar na Pablo Tips?

Hoje possuímos algumas opções bem interessantes. Nosso carro chefe é o Punter, é o Cash, no qual eu e o Tandy ficamos à frente. Temos um grupo de LoL também que é excelente. O Dulmito que comanda lá trabalha muito bem e é muito lucrativo. NBA Cash in live é uma ótima opção para galera que tem bastante CPF, e tem o Punter NBA também, que é um mercado mais ajustado, mas que conseguimos trabalhar de forma lucrativa.

Temos o nosso brooker também, que tá bem pra frente, mas as vagas são bem escassas. E agora pra início de julho, fizemos uma parceria com um tipster bem renomado no cenário que vai ser bem legal e tenho certeza que será muito lucrativo.

Qual é o principal mercado que você opera? Por que?

O principal mercado de maneira geral é o futebol brasileiro e o australiano. O brasileiro a gente possui scouts em todos os estados do Brasil, pessoas que já me enviaram atletas quando trabalhei na captação do Inter, ou pessoas que já joguei junto. O Tandy também fez a base no Juventude e conhece um pessoal do futebol. Com isso, mais os desajustes do mercado, conseguimos extrair bom valor!

E o mercado australiano, além de ter amigos que trabalham com futebol na terra do canguru, é um mercado que também possui bastante desajustes.

Quais são os planos do Pablo Tips para os próximos anos?

É manter a mesma seriedade e honestidade no trabalho. A gente sabe que tem muitas pessoas que “sujam” o nosso mercado com meias verdades e vendendo produtos ruins, então temos que passar o máximo de transparência para os nossos clientes e claro, muito lucro no bolso!

E como empresa, é sempre buscar o melhor produto para entregar ao cliente. Eu passo praticamente 20 horas por dia trabalhando para poder proporcionar o melhor de cada grupo que a gente comercializa e nunca estou estacionado. Sempre de olho no mercado, aprendendo cada dia mais e buscando profissionais de qualidade.

Para encerrar, gostaria de passar uma mensagem ao investidor que está começando agora no mercado?

Galera, o mercado de investimentos esportivos é incrível, tem muitas oportunidades de você ser realmente muito lucrativo e se antecipar a casa. Mas também tem diversas armadilhas, portanto você tem que estudá-lo a fundo se não ele acaba te engolindo. A gente tem um conteúdo grátis tanto no feed do Instagram, como no e-book no nosso site! Se você quer entrar nesse mercado, precisa estudar e seguir algum tipster experiente e consistente, com resultados comprovados a mais de 6 meses.

E nunca é tarde para começar! Vambora! Beijos do Pablito!💚👨🏻



Siga Pablo Tipster no Instagram
www.instagram.com/pablootipster

Saiba mais sobre a Pablo Tips
pablotips.com.br